Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \30\UTC 2010

Anúncios

Read Full Post »

CALMA GALERA DO CRISMA É SÓ UMA AMOSTRA DAS FOTOS, NO FINAL DO CRISMA TERÁ MUITO MAIS.

Read Full Post »

Dinâmica Retiro

Enquanto estou fazendo as montagens das fotos que tirei do retiro, assintam  uma dinâmica aplicada no retiro.

Read Full Post »

COLABORAÇÃO DE TODOS

Fala galera do Crisma.

Pessoal, gostaria muito que me ajuda-se com matérias, fotos e artigos para serem postados aqui, em nosso espaço.

Esse blog é do setor, por isso todos podem colaborar, deixem um comentário sobre o que gostaria de postar que entrarei em contato.

Abraço a todos e fiquem com Deus.

Dre

Read Full Post »

Read Full Post »

VERDADEIRO AMOR

Quando se ama assim, um amor puro, com respeito mutuo, a vida matrimonial é uma caminhada luminosa, a dois, para horizontes que sempre mais se alarga e embelezam. Passam os dias, ou os meses e os anos e o amor em vez de diminuir, crescem e se engrandece.

E belo o amor aos 25 anos, mas muito mais rico aos 50.

E belo o dia do casamento. A igreja toda iluminada e ricamente enfeitada de lindos cravos brancos e vermelhos. Ela em seu lindo vestido branco, de véu e grinalda, longa e vistosa cauda, toda sorridente para os convidados que lotam a igreja. Ele, na impecável e discreta elegância, de calça preta listrada e gravata de seda italiana.

Belo, poético, romântico!… De pieno acordo. Mas o amor nesse dia é um amor fácil. Está à flor da sensibilidade. E sorrindo de felicidade que respondem sim ao padre.

Vinte e cinco anos mais tarde eles voltam à mesma igreja, não está toda iluminada, nem ricamente ornamentada. Uns poucos amigos. Ele.. .com as têmporas branqueadas. Ela.. .sem o frescor do belo rosto de outrora. Traz agora a marca dos primeiros vincos. Mas há uns convidados novos que não estavam no dia do casamento: os filhos, oh, os filhos, os frutos do seu amor! Quem sabe até alguns netos … Eles se olham um para o outro e vêem o que foram capazes de fazer um pelo outro. Lutaram juntos, sofreram juntos, venceram juntos. Foi um amor de verdade, de fato, de realidades. Não é tão poético, nem romântico. E um amor muito mais rico, porém, muito mais profundo, muito mais real. E um amor maduro . . .que deu frutos. E assim prossegue a vida, dia após dias, anos após anos. Até que um dia é o último dia. Cheio de santo orgulho, com a alma nadando em inefável paz diz ele: “senhor” foi longa e difícil a jornada. Passei maus pedaços. Como sofri!…mas venci. Diz-me a consciência que não poupei esforços pela minha esposa. Procurei criar um clima propício, condições onde ela pudesse realizar sua missão de mulher, de esposa, de mãe, de cristã. Senhor meu Deus: missão cumprida.

Cheia de serena paz interior, profundamente calma e tranqüila, como quem está segura do que fez, diz ela: Senhor meu Deus; como é exigente a vocação da mulher! Como é heróica a vocação de mãe! Diz-me a consciência que àquele que deste por companheiro fiel de minha vida, dei o melhor de mim mesma: doação, capacidade de renunciar e sacrifício, ternura, carinho, amor.

Tudo para que ele se realizasse como homem, como profissional, como esposo, como pai, como cristão. E ainda Senhor, os filhos que tua divina bondade me concedeu.

Quando penso o que passei, o que sofri, as vezes que agonizei, encho-me de espanto de mim mesma. Que mais deveria Ter feito por eles que não tivesse feito?. Senhor meu Deus, vocação realizada.

Read Full Post »

Antônio, um lavrador, tinha três filhos. Já velho e gravemente enfermo e percebendo que ia morrer logo, chamou os filhos e disse-lhes: “Sinto que estou para morrer. Mas não posso deixar de lembrar-lhes que em nosso terreno existe um grande tesouro escondido. Se continuarem a cavar, vocês irão encontrá-lo.”

Alguns dias depois, faleceu. Seus três filhos começaram a revolver a terra com enxadas e picaretas à procura do tesouro. Depois de muito procurarem, nada encontraram. Tempos depois, porém, vieram a descobrir qual era o tesouro ao qual o pai se referia: após tanto trabalho, a terra revolvida recompensou-os com uma excelente safra. Foi a colheita do século! Ninguém em toda a região já havia visto outra parecida.

O maior tesouro que podemos deixar para nossos filhos é ensina-los a desenterrar seus talentos e aplicá-los no seu trabalho.

Read Full Post »

Older Posts »