Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Domingo Ramos’

Com Jesus percorremos o caminho da Quaresma, agora entramos com ele em Jerusalém, cenário em que se desenvolvem os grandes acontecimentos de nossa salvação. Neste domingo abre-se a Semana Santa, a última etapa da celebração da Páscoa, a Ressurreição de Cristo. Depois da nossa caminhada quaresmal a Semana Santa detalha a riqueza do mistério Pascal, em conformidade da história da salvação. Hoje Domingo de Ramos é a recordação festiva da entrada de Jesus em Jerusalém e sua Paixão (Martírio de Cristo, sua morte, para a nossa salvação, ato de amor e misericórdia).

Todos nós exultantes com os ramos nas mãos, proclamamos que Jesus é o Messias, o ungido, o amor do pai derramado em sua vida e em nossas vidas. O recebemos com palmas de vitória, damos o testemunho de seu triunfo sobre a morte, pois temos a compreensão na fé, o significado de seu último sinal “a Ressurreição de Lázaro”, ele nos revela que ele é a ressurreição e a vida. Os ramos abençoados que levaremos para as nossas casas, após a celebração, lembram que estamos unidos a Cristo na mesma doação pela salvação do mundo, na labuta árdua contra tudo o que destrói a vida. É um caminho em direção ao calvário, mas que culminará na Ressurreição

O evangelho (MT 21,1 -11) nos mostra a entrada de Jesus em Jerusalém, montado em um jumento com humildade e mansidão e é aclamado como Rei-justo pobre e desarmado e todos o acolhem “Hosana ao filho de Davi”, ”Bendito o que vem em nome do senhor”, “Hosana no mais alto dos céus! As comunidades apostólicas procuram responder a perguntas que lhe eram colocadas tais como:” Se Jesus é bendito de Deus, porque teve que passar pela cruz, escândalo e maldição?Porque a morte do inocente e do profeta de Deus?Para o evangelista Mateus os acontecimentos da Paixão, da morte de Jesus, em seu ato de amor, constituem a realização das escrituras e testemunham a missão do filho de Deus, promove a nossa salvação.

A primeira leitura (Is 50,4-7) nos mostra a missão de reanimar, não perderas forças, ter a esperança e confiança em Deus. O profeta chamado de Deutero-Isaías tem a  missão de reanimar os abatidos e alimentar a confiança em Deus que o ouve e liberta os que sofrem, em ação justa e mansa, sem a força da violência.

A segunda leitura (Fl. 2, 6-11) o Apóstolo Paulo aconselha os Filipenses a contemplarem o filho de Deus, que se fez servo e obediente a vontade do Pai, até a morte em cruz.Em sua total entrega ,revelou o mistério de sua grandeza,por isso o Pai o ressuscitou e o glorificou.Ele abriu mão de qualquer privilégio tornando-se homem que obedece a Deus e serve aos homens.

 

O salmo 21(22) é o grito de uma pessoa que provada por um intenso sofrimento e abandono e clama por auxilio “Ó meu Deus e pai, porque me abandonaste,clamo a voz e não me ouvis?”. É a experiência mais profunda do sofrimento, de ser abandonado por Deus, sendo que nunca somos abandonados por ele, do extremo sofrimento,passamos a ter a confiança,Deus não abandona o pobre que o clama,junto a Deus  adquirimos força para enfrentar as situações mais adversas.

 

Resumos:”Roteiros Homiléticos da Quaresma” –Ano A – Março e Abril-2011)

(Tatiane Fernandes)

 

Anúncios

Read Full Post »